Medicina Tradicional Oriental & suas Técnicas.

(Apresento algumas técnicas Holisticas Também)

Acupuntura

 

A ACUPUNTURA faz parte da Medicina Tradicional Chinesa, assim como a VETOSATERAPIA CHINESA, a MOXABUSTÃO, as práticas físicas como TAI CHI CHUAN e QI GONG (Chi Kung), as práticas meditativas, entre outras.

 

É uma das mais antigas terapias conhecidas pela humanidade. Embora tenha se modernizado, as suas práticas e teorias ainda são muito parecidas com aquelas usadas há mais de cinco mil anos. Das agulhas de pedra, madeira, bambu, ferro, ouro e prata, até os nossos dias com agulhas descartáveis, vêm prevenindo e tratando enfermidades.

 

A ACUPUNTURA é baseada em teorias diferentes daquelas da Medicina Ocidental (alopática). O diagnóstico na ACUPUNTURA é baseado no princípio fundamental de que os sinais e sintomas refletem a condição dos sistemas internos, sendo mais amplo do que na Medicina Alopática. Utiliza como elementos o histórico pessoal e familiar, palpação do pulso, observação da face e da língua, entre outros. E em suas várias outras modalidades de tratamento utiliza-se de PLANTAS MEDICINAIS, DIETOTERAPIA, práticas corporais e mentais.

 

A MEDICINA TRADICIONAL CHINESA ensina que o ser humano precisa ter HARMONIA em suas relações internas e externas. Originalmente, todas as estruturas do organismo se encontram em EQUILÍBRIO pela atuação das energias YIN e YANG. Desse modo, se as energias YIN e YANG estiverem em perfeita HARMONIA, o organismo certamente estará com saúde.  Por outro lado, um desequilíbrio gerará a enfermidade.

 

A ciência da ACUPUNTURA visa, através de sua técnica e procedimentos, estimular os pontos de acupuntura (ou ACUPONTOS), que têm a propriedade de restabelecer o EQUILÍBRIO, alcançando-se assim, resultados TERAPÊUTICOS e a SAÚDE.

 

Auriculoacupuntura

 

A AURÍCULOACUPUNTURA ou ACUPUNTURA AURICULAR é um sistema dentro da Medicina Tradicional Chinesa usado tanto para o diagnóstico energético, como para o tratamento de doenças. Esta técnica é um microssistema que utiliza estímulos em pontos reflexos no pavilhão auricular para tratar desequilíbrios energéticos, promover analgesia, harmonizar as funções dos órgãos e das enfermidades físicas e mentais.

 

O pavilhão auricular é considerado uma parte muito importante do corpo humano. Por constituir um microssistema, os estímulos nos pontos auriculares exercem reflexo à nível de sistema nervoso central, fazendo com que o cérebro receba o estímulo e mande uma resposta para a região do corpo estimulada.

 

Esta técnica baseia-se nos fundamentos da Medicina Tradicional Chinesa, como o estudo dos meridianos de energia, teoria de Yin e Yang, teoria dos cinco elementos, teoria dos órgãos Zang Fu, entre outros.

 

A terapia pode ser feita com ou sem agulhas, dependendo da necessidade terapêutica do indivíduo. Geralmente a técnica consiste na aplicação de sementes de mostarda fixadas por esparadrapo (micropore) em regiões específicas da orelha, porém, pode-se utilizar agulhas de acupuntura, agulhas semipermanentes, magnetos, stipers, esferas de ouro, prata, cristal ou outros materiais, além de estímulos elétricos, calor (moxabustão), laser ou outros recursos terapêuticos. O material estimulante pode ser deixado na orelha por alguns dias para continuação do estímulo e efeito terapêutico.

 

Com pouquíssimas contraindicações, a aurículoacupuntura pode ser usada por qualquer pessoa, em qualquer idade, inclusive crianças. Essa técnica, amplamente utilizada no mundo inteiro, visa o equilíbrio e a cura de doenças físicas ou emocionais.

 

Acupuntura Estética Facial

A procura pela beleza e rejuvenescimento tem sido cada vez mais comum. Diversos métodos são lançados diariamente e muitos deles deixam o rosto deformado e sem expressão. Por isso, cresce também a demanda por métodos naturais para evitar rugas, linhas de expressão e flacidez da pele.

Um dos procedimentos mais divulgados atualmente é a acupuntura na estética facial. Ela tem como objetivo melhorar a oxigenação, a circulação local, o metabolismo, a sustentação da pele, trabalhar os músculos faciais e diminuir a acne e excesso de oleosidade. Esse tratamento não é novidade, já que as imperatrizes das diversas dinastias da Antiga China já usavam esse método para aliviar as marcas de expressão.

Na acupuntura, a face é uma das principais partes do corpo a serem avaliadas, porque é nela que podemos descobrir os desequilíbrios energéticos em determinadas partes do corpo. Assim, tratando o rosto, estamos também cuidando do físico, do emocional e recarregando as energias.

Fatores externos (alterações climáticas), fatores internos (alterações emocionais e psicológicas) e os fatores constitucionais (genéticos), podem influenciar no desequilíbrio energético estimulando assim o surgimento precoce de rugas e linhas de expressão. E para aqueles que morrem de medo de agulha, este é um método natural e pouco invasivo, utilizando pequeninas agulhas. Esta técnica vem substituindo muitos métodos como cirurgias plásticas, botox e outros.

O tratamento deve ser realizado uma vez por semana com duração de uma hora. O número de sessões vai depender da avaliação do acupunturista, e varia de acordo com a idade, sexo e estilo de vida do paciente. É possivel rejuvenescer até 10 anos com esse método, e os resultados aparecem desde a primeira sessão. Depois de realizadas algumas sessões o paciente volta de tempos em tempos para manuteção. O tratamento também é recomendado como um procedimento preeventivo para linhas de expressão.

Ventosaterapia

 

A VENTOSATERAPIA é uma técnica terapêutica utilizada há milênios na Medicina Tradicional Chinesa. Essa técnica baseia-se nos princípios da Acupuntura, sendo inicialmente utilizados chifres de animais, bambu, metal, pedras e mais recentemente copos de vidro e acrílico.

 

Quando os copos de ventosa são aquecidos, cria-se um vácuo parcial no interior por meio do aquecimento e expansão do ar. Assim, quando aplicados numa área da pele, a diferença de pressão entre o ar interior e o exterior gera uma força de sucção.

 

As ventosas podem ser utilizadas em associação com outras terapias, como acupuntura, sangria, guasha e massagem, reforçando a efetividade destas.

 

Essa técnica visa ativar a circulação, retirar estagnações, desbloquear energia, eliminar toxinas, aumentar o fluxo da linfa e melhorar o funcionamento dos órgãos. Sendo assim, essa terapia auxilia o tratamento de dores musculares, lombalgias, artrite, hipertensão, resfriados, gripe, cefaleias, problemas digestivos e também pode ser usado com objetivos estéticos, para redução de medidas e diminuição de celulite, estrias e gordura localizada.

 

Massoterapia Chinesa

 

A Massoterapia Chinesa (ou Tui Na) é uma especialidade médica dentro da Medicina Tradicional Chinesa, que usa principalmente as mãos como instrumentos para tratar doenças. Juntamente com a ACUPUNTURA e FITOTERAPIA CHINESA, é parte integrante da Medicina Tradicional Chinesa, que remonta mais de 5.000 anos de história.

 

É uma terapia segura, eficaz, sem efeitos colaterais e sem riscos. Utiliza-se de diversos métodos e técnicas e atua sobre os Canais de Energia do corpo todo, inclusive estimula os Pontos de Acupuntura, e atua sobre os músculos, articulações e órgãos internos. Por meio da movimentação do Qi (Energia), Yin, Yang e Xue (Sangue), é possível tratar diversas formas de desequilíbrios energéticos, o que irá proporcionar um relaxamento profundo, bem-estar, melhora da circulação sanguínea, manutenção das atividades fisiológicas e reequilíbrio das energias do corpo.

 

Uma sessão de Massagem Tui Na geralmente dura de 30 minutos a 1 hora, porém, pode variar de acordo com as condições e necessidades do paciente.

 

A terapia causa um relaxamento físico e mental e também melhora o fluxo energético da pessoa. Pode aliviar dores agudas ou crônicas, principalmente dores associadas ao sistema articular, muscular e esquelético. Essa técnica é muito benéfica para reduzir dores na cervical, ombros, escápula, lombar, quadril e membros superiores e inferiores. É muito efetivo para artrite, dores em geral, ciática, limitação de movimentos, além de aliviar as desordens relacionadas ao stress, como insônia, constipação, dores de cabeça, e outras desordens digestivas, respiratórias e reprodutivas.

 

Essa arte terapêutica manual é muito utilizada no mundo todo para tratamento, reabilitação, prevenção de doenças e preservação da saúde.

 

Cone Chinês

A terapia do Cone Chinês é uma técnica milenar de medicina natural. Consiste na queima de um cone feito de gaze, parafina e cera de abelha aplicado ao ouvido.

Quando usado para o tratamento no ouvido e canais respiratórios, o calor gerado pelo cone, que queima como uma vela, acrescido de uma suave pressão negativa gerada da queima agirá como um bactericida para os ouvidos e as vias respiratórias, estimulando a limpeza natural de mucosas em excesso ou solidificadas. Assim, ajuda no combate a inflamações e infecções.

Indicações físicas do Cone Chinês

Excesso de cera nos ouvidos, rinite, sinusite, labirintite, congestão nasal, irritação e inchaço nas adenóides, pigarro, tosse, ressonar (ronco), dor na garganta, asma, pressão nos ouvidos, zumbidos. Também umidade e cerosidade, tensões na ATM (bruxismo), parar de fumar, desintoxicação, alívio das dores e tensões na cabeça. A sensação de alívio e relaxamento após a aplicação do Cone Chinês é notória.

Indicações energéticas (mental e emocional) do Cone Chinês

Alívio de pensamentos excessivos/repetitivos, stress mental, auxílio a recuperação de sono saudável e profundo, ativa a energia Yang, energia da ação, realizar, sair da mente excessiva e vir para o mundo.

 

Reiki - Tradicional Japonês

Tratamentos de Reiki são verdadeiras imersões em energia curativa e criativa, e seus benefícios vão muito além do que você pode imaginar. O tratamento de Reiki é indicado para qualquer mal estar, doença física ou emocional, com resultados profundamente eficazes.

Como funciona um tratamento de Reiki?

As sessões dos tratamentos de Reiki costumam durar mais ou menos uma hora, o paciente fica deitado o tempo todo em uma maca e não é necessário remover nenhuma peça de roupa, no máximo tirar óculos, celulares e chaves dos bolsos.

Durante o tratamento de Reiki, o terapeuta vai sobrepor suas mãos às regiões do corpo do paciente que mais necessitam de energia curativa, e os focos de aplicação do tratamento de Reiki são os chakras mais importantes do corpo, conhecidos como os sete chakras principais.

Chakras são os centros energéticos responsáveis pela troca e assimilação das energias que alimentam nosso todo integrado: físico, emocional, mental e espiritual. Saiba tudo sobre os chakras e entenda melhor sua relação com o tratamento de Reiki.

Os efeitos do tratamento de Reiki são sentidos imediatamente após a primeira sessão: uma profunda sensação de relaxamento, calma e bem-estar; a longo prazo, o tratamento de Reiki torna-se um grande aliado na cura de diversos tipos de doenças, mas lembre-se, é uma terapia complementar e alternativa, jamais substitutiva aos tratamentos médicos convencionais.

O tratamento de Reiki mais recomendado consiste em, no mínimo, quatro sessões, número considerado ideal para que os efeitos do Reiki se implantem profundamente no organismo e no emocional da pessoa e comecem a produzir uma cura definitiva.

Os vantajosos benefícios do tratamento de Reiki ao organismo

Um dos grandes benefícios a se destacar no tratamento de Reiki é que, enquanto terapia holística e inteligente, ele atua em todos os níveis: físico, mental, emocional e espiritual. Após as sessões de tratamento de Reiki é comum as pessoas sentirem alívio de dores e incômodos físicos e de mal-estares mentais e psicológicos, pois o Reiki remove qualquer bloqueio energético que esteja atrapalhando o bom funcionamento dos chakras.

Este é o grande diferencial do tratamento de Reiki: ele cuida do problema específico de cada paciente de forma única e eficiente.

 

Dr. Humberto Trevellin

ITR-12420 / FENAB-039 / CRTP-0480/18 / CTSL-00173

www.kokoroterapias.com.br 

© 2019 por Kokoro Terapia Oriental / Medicina Tradicional Oriental / Terapias Holisticas / Psicanalise 

  • Instagram ícone social
  • Facebook ícone social
China-medicina-tradicional